August 16, 2018

Please reload

Posts Recentes

Largura mínima para corredores e escadas

May 22, 2020

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

TIPOS DE EXTINTORES

September 7, 2017

Você sabe o que é um extintor? Você sabe quais os tipos de extintores e quais são os seus usos? Você sabia que cada extintor é indicado para uma classificação de fogo? Você sabe onde e como instalar um extintor? Não???? Pois bem, o GrupoAE vai ajudar você a tirar essas dúvidas.

 

O QUE SÃO "EXTINTORES"?

 

De acordo com a NBR 12.693 – "Sistema de proteção por extintores de incêndio", o extintor de incêndio é um aparelho de acionamento manual, constituído de um recipiente e de acessórios contendo o agente extintor, substância utilizada para a extinção de fogo, destinado para combater princípios de incêndio.

 

Figura 1 - Extintores. (Fonte: GrupoAE)

 

Para entender qual tipo de extintor deverá ser utilizado, é importante entendermos um pouco sobre as classes de incêndio, ou seja, qual é o agente causador do incêndio. Acompanhe a seguir:

 

CLASSES DE INCÊNDIO

 

CLASSE A – Incêndios que ocorrem em materiais sólidos. Dentre eles estão: tecido, papel, algodão, borracha e madeira. Esse tipo de classe combate os incêndios onde os materiais ocorrem o processo de pirólise, deixando resíduos como carvão e cinzas.

 

CLASSE B – Incêndio em combustíveis sólidos que liquefazem por ação do calor, como graxas, substâncias líquidas que evaporam e gases inflamáveis, que queimam somente em superfície, podendo ou não deixar resíduos. Em incêndios causados por esse tipo de produto não se pode utilizar extintores à base de água. O recomendado é aplicar os extintores de pó químico e gás carbônico. Se o incêndio não for tridimensional, ou seja, líquido sob pressão, gás ou derramamento em gravidade, pode-se utilizar também o extintor de espuma mecânica.

 

CLASSE C – Incêndio em materiais, equipamentos e instalações elétricas energizadas, tais como: quadros de força, transformadores, geradores, motores, computadores, máquinas elétricas e cabos. Para combate a esse tipo de incêndio, o ideal é o uso de extintores de pó químico ou gases. Neste caso é importante destacar que o pó químico pode danificar os aparelhos eletrônicos, caso seja um computador com dados importantes, indica-se o gás carbono (CO2).

 

CLASSE D – Incêndio que se propaga através de uma reação em cadeia durante a combustão. Classificada a metais pirofóricos como o magnésio, selênio, antimônio, lítio, potássio, alumínio fragmentado, zinco, titânio, sódio, urânio e zircônio. O combate ao fogo deve ser feito com extintores com pó químico especial, adequado para cada tipo de metal.

 

CLASSE K – São assim classificados os incêndios em óleo e gordura em cozinhas. Geralmente ocorrem em equipamentos como fritadeiras, grelhas, assadeiras e frigideiras. O combate mais indicado é com extintores à base de solução especial de Acetato de Potássio diluída em água. Neste tipo de incêndio NUNCA utilize água, pois a água irá espalhar ainda mais o fogo, podendo se tornar um incêndio. 

 

Agora que você já sabe quais são as classificações de incêndio, conheça os agentes extintores destes acidentes: 

 

TIPOS DE EXTINTORES

 

ÁGUA (H2O) – Extintor de água pressurizada, indicada para o combate de incêndio classe A. Age por resfriamento, e dependendo do caso, por abafamento. Proibido o uso para incêndios de casse B, C, D e K.

 

PÓ QUIMICO – Indicados para combate de incêndios classe B, age por abafamento quebrando a reação em cadeia e interrompendo o processo de combustão. Pode ser utilizado também em incêndios de classe A e C.

 

ESPUMA – Indicado para incêndios de classe B e também eficiente para o tipo A. Age por abafamento e por resfriamento em segundo momento. Proibido o uso para incêndios de classe C.

 

GÁS CARBÔNICO (CO2) – Pode ser usado em incêndios de classe B e C por não ser condutor de eletricidade. Deve ser usado em ambiente pequenos/reclusos.

 

COMPOSTOS HALOGENADOS – Provocam a quebra da reação em cadeia e também agem por abafamento. Têm como característica não danificar equipamentos eletrônicos sensíveis. São aplicáveis em classes A, B e C.

 

 

Onde instalar um extintor?

 

Os extintores devem ser instalados em locais em que o acesso ao mesmo não seja bloqueado pelo fogo e devem ser devidamente sinalizados de forma a facilitar ao máximo a sua identificação pelo usuário.

 

Cada tipo de extintor deve ser identificado quanto ao seu uso e sua indicação.  

 

Os extintores também não devem ficar em locais abertos que recebam ações de intempéries como o sol, chuva, vento, etc. Da mesma maneira, sua remoção não pode ser dificultada por estruturas feitas para protegê-los como abrigos e suportes.

 

Figura 2 – Extintor instalado e identificado. (Fonte: GrupoAE)

 

E onde você mora ou trabalha possui extintores? Você se sente seguro? Não? Venha fazer um orçamento conosco!

 

 

Escrito por: João Vitor Hayashi Almeida Machado, Engenheiro Civil formado na Faculdade Pitágoras, em 2014. Cursando MBA em Gerenciamento de Projetos. E-mail: joao.vitor@aegrupo.com.br

 

Please reload

Siga