August 16, 2018

Please reload

Posts Recentes

Largura mínima para corredores e escadas

May 22, 2020

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

JARDIM VERTICAL

December 13, 2016

 

O jardim vertical, conhecido também como “parede verde”, está cada vez mais em evidência nas edificações ao redor do mundo e vem ganhando espaço no Brasil tanto no comércio quanto nas residências.

 

Quem não quer um cantinho para trazer mais vida para dentro de suas casas ou uma fachada para amenizar o calor dentro dos ambientes?

 

Os jardins verticais podem ser mais do que um adorno estético, mas podem também trazer relevantes benefícios ambientais e climáticos como:

  • Bem estar psicológico: Quando utilizadas em ambientes internos, os jardins trazem um bem estar psicológico ao ser humano atual acostumado a viver em ambientes urbanos rodeados de barulho e poluição. O verde e as plantas tem um excelente potencial anti-estresse e são relaxantes;

  • Melhoria na qualidade do ar: As plantas atuam como uma grande superfície de limpeza  retirando gases e partículas poluentes do ar. Alem de equilibrarem a temperatura ambiente e garantirem maior conforto térmico aumentando os níveis de umidade do ar e baixando a temperatura ambiente;

  • Redução no consumo de energia: Com um melhor desempenho térmico dos edifícios, há uma redução na necessidade do uso de aparelhos de ar condicionado e ventiladores gerando assim uma baixa de custos.

Há várias maneiras de se executar um jardim vertical como em painéis de madeira, blocos cerâmicos, pré-moldados, vasos dispostos em estruturas metálicas, entre outros, porém, seja qual for a técnica escolhida para execução o importante é a escolha adequada das espécies vegetais. O primeiro passo para projetar o jardim é saber aonde ele será implantado e o quanto de sol esta área receberá por dia, partindo disto serão escolhidas as espécies vegetais mais apropriadas à esta luminosidade, ao clima da região e ao espaço disponível.

 

DICA: Atenção para especificação de plantas com o mesmo período de poda e irrigação e necessidade de insolação para facilitar a manutenção.

 

Você pode utilizar também o jardim vertical como horta, cultivando os temperos e ervas que você mais usa em casa. 

 

Plantas: Em geral, quase todas as espécies de plantas podem ser utilizadas. Um dos fatores limitantes é o volume das suas raízes, pois estas devem se desenvolver no substrato disponível. Outro fator a ser considerado é o volume de substrato, já que ele é relevante no peso da estrutura que vai suportar todo o sistema.

 

No caso de áreas externas, as plantas têm que estar aptas a sobreviver em condições adversas, como maior insolação, menor umidade do ar e mais vento. Os ventos são um fator importante na escolha das plantas, pois elas estarão constantemente sujeitas aos seus efeitos como redução da umidade, causando seca mais rápido, tanto do ar como do substrato, e sujeita as plantas a movimentos intensos, principalmente em andares superiores.

 

Nas áreas internas há escassez de luz solar, iluminação artificial, ar refrigerado, menor umidade e a falta de água pluvial o que torna a irrigação inevitável. Assim as plantas com mais probabilidade de se propagar são aquelas provenientes de zonas áridas e alguns musgos, bem como as epífitas, já que essas sobrevivem com um restrito volume de substrato, se fixam em superfícies porosas e necessitam de pouca irrigação.

 

A seguir, alguns exemplos de jardins verticais para vocês se inspirarem :

VARANDA COM CLIMA ZEN, COMPOSIÇÃO ENTRE DECK DE MADEIRA, JARDIM VERTICAL E FUTONS.

 

 

COMPOSIÇÃO CONTEMPORÂNEA COM TONS DE BEGE, DIFERENTES MATERIAIS E TEXTURAS, E JARDIM VERTICAL TRAZENDO VIDA AO AMBIENTE.

 

 

COMPOSIÇÃO ROMÂNTICA COM TIJOLOS APARENTES, LUSTRES PENDENTES E TREPADEIRAS NO PERGOLADO

 

 

UTILIZAÇÃO DO JARDIM VERTICAL NA PAREDE DA ESCADA, CONTRASTE DA VEGETAÇÃO COM A MADEIRA DE DEMOLIÇÃO UTILIZADA NO PAINEL. DESTAQUE PARA A SENSAÇÃO DE MOVIMENTO CAUSADA PELAS RIPAS DE MADEIRA COM DIFERENTES ESPESSURAS .

 

 

JARDIM EXTERNO. DESTAQUE PARA O CONTRASTE ENTRE O PAINEL DE MADEIRA E A VEGETAÇÃO.

 

 

 

 

 

Please reload

Siga