August 16, 2018

Please reload

Posts Recentes

Largura mínima para corredores e escadas

May 22, 2020

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

CIMENTO QUEIMADO? EU QUERO!!!

August 31, 2017

Hoje vamos falar de um revestimento que divide opiniões: “CIMENTO QUEIMADO”, ele é um daqueles revestimento do tipo: ame ou odeie. Este tipo de revestimento se encaixa muito bem em projetos que vão do rústico ao moderno trazendo sofisticação ao ambiente.

 

Muito utilizado hoje em dia, o “cimento queimado” aparece desde interiores de residências, lojas comerciais e até em fachadas de prédios. É um revestimento bem versátil que pode ser utilizado tanto em piso quanto em paredes e bancadas, mas o que muitos não sabem é que para cada lugar temos mais de uma opção de tipo de revestimento que podemos escolher.

 

Para ficar de mais fácil a compreensão vamos separar entre revestimentos para piso, parede, teto e bancadas. Vejam a seguir:

  

1. PISOS

 

Além do tradicional cimento queimado para o piso, muito comum em projetos modernistas dos anos 60, hoje em dia, temos no mercado diversas opções de porcelanato que traduzem muito bem este efeito com várias tonalidades e texturas, porém, com mais fácil execução podendo até sobrepor o piso existente se quando assentado utilizar a técnica de piso sobre piso.

 

FIGURA 1 –  Banheiro com revestimento em porcelanato imitando cimento queimado. (Fonte: GRUPO AE)

 

Neste projeto utilizamos o porcelanato que imita cimento queimado no piso e paredes, pois devido à umidade, ao tamanho do banheiro e à ventilação garantimos que todas as paredes fossem revestidas para que não houvesse infiltração posteriormente. O contraste com a madeira cumarú tratada trouxe uma rusticidade e ao mesmo tempo uma sofisticação ao ambiente.

 

 

2. PAREDES  

 

Como já mostrado na imagem acima, para as paredes também podemos utilizar o porcelanato, que é uma ótima opção para banheiros e áreas molhadas devido à sua resistência, porém se a intenção é apenas decorativa em ambientes internos (sem exposição à água) a opção que sempre recomendamos a todos os clientes é a pintura com massa decorativa efeito cimento queimado (no mercado também encontramos com o nome de efeito marmorizado). Uma das vantagens deste tipo de revestimento é que como é uma massa para pintura, podemos misturar praticamente qualquer cor do catálogo da marca. Algumas marcas já tem as cores prontas para a execução e na hora da compra busque a ajuda de um profissional da área.  Outra vantagem é a fácil aplicação, o custo baixo e a rapidez, podendo assim repaginar o seu ambiente gastando pouco e podendo até fazer você mesmo!

 

FIGURA 2 –Home office com revestimento em massa decorativa efeito cimento queimado. (Fonte: GRUPO AE)

 

Neste projeto (home office de um apartamento) utilizamos a massa decorativa com efeito de cimento queimado, e combinamos com uma pastilha de inox e detalhes no forro pintados de preto, assim, conseguimos compor um ambiente moderno, masculino e sóbrio.

 

3. TETO

 

O jeito mais fácil de conseguir este efeito no teto é quando você tem laje de concreto em sua residência, podendo assim deixa-la exposta retirando qualquer revestimento que esteja escondendo este concreto, na maioria dos casos é a pintura ou forro de gesso. Porém cuidado, se você mora em apartamento, geralmente o forro de gesso é utilizado como fechamento para esconder as tubulações do apartamento de cima, então neste caso, é necessário aplicar um tratamento nestas tubulações, deixando o ambiente ainda mais com cara industrial. Ou pode também compor com o forro de gesso áreas expostas e não expostas da laje em concreto aparente.

 

Se o seu caso for em uma residência onde a laje tem apenas um revestimento de pintura, você pode descascar esta pintura deixando a laje aparente. Ou se você já tem um forro de gesso executado e não quer retira-lo, você pode utilizar a massa decorativa mencionada no tópico anterior.

 

FIGURA 3 – Exemplo teto com concreto aparente. (Fonte: Revista Arquitetura e Construção)

 

FIGURA 4 – Exemplo teto com concreto aparente. (Fonte: Internet)

 

4. BANCADAS

 

Para as bancadas temos duas opções: uma mais econômica, que é a bancada moldada in loco com concreto, e outra mais cara, que é a bancada feita em porcelanato esculpido, este serviço é executado por empresas especializadas e o acabamento é perfeito, porém, tem um custo mais elevado. 

 

DICA: Para se fazer uma bancada moldada na obra, é como se você fosse executar um pilar ou viga, sendo necessário fazer uma caixaria em madeira e enchendo-a de concreto armado (concreto+armadura), depois é só esperar secar e lixar para um melhor acabamento.

 

FIGURA 5 – Exemplo de bancada moldada em concreto na obra. (Fonte: Internet)

 

5. PAU PARA TODA OBRA

 

Uma das opções mais versáteis do mercado é o revestimento em microcimento, ele é basicamente a mistura de pó de cimento com uma resina, e por isso ele é praticamente aceito em todas as variações apresentadas. Pode ser colocado em piso, parede e teto tanto para ambientes internos, quanto ambientes externos com umidade e até em piscinas.

 

O valor deste material é mais elevado, entretanto, você tem uma maior aplicabilidade do produto, além de uma maior resistência.

 

Agora que vocês já sabem um pouco mais sobre esses revestimentos incríveis, procure um profissional para te ajudar a dar uma repaginada no seu ambiente!

 

---

 

Escrito por: João Paulo A. Monteiro, Arquiteto e Urbanista formado na UniFil, em 2013. E-mail: joao@aegrupo.com.br

Please reload

Siga